Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu Varufakis porque me apetece!

Sou louco, tenho 47 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

Sou louco, tenho 47 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

Quem nunca lutou contra um moinho”?!

As batalhas foram feitas para ser disputadas…

Sinto-me como um mergulhador a ter necessidade de fazer o período de descompressão.

Não nasci com o dom da palavra, sou um bruto por natureza, por vezes ao não conseguir exprimir-me e utilizar os argumentos sobre o que me move, perco porque me sinto isolado.

Sou considerado um tipo que facilmente compra uma guerra.

Gosto de despique, de assuntos entre amigos, gosto mesmo de uma boa discussão, mas não é disso que falo. Falo das batalhas, dos moinhos, dos cabos que temos de contornar, de às vezes nos sentirmos impotentes para levar a nossa forma de estar, de seguir o nosso “eu”.

A minha dificuldade em lidar com o abstrato é de tal ordem grande que não idealizo algo que não seja “mecânico”, sou demasiado digital!

Questiono-me se de facto os moinhos realmente existem, se a falha e a limitação é minha, por exigir dos outros apenas uma pequena parte do que exijo de mim.

Será sempre mais fácil empurrar para debaixo do tapete, assobiar para o lado e tentar viver bem com os Anjos e com o Diabo.

Pois é… Não sou bipolar. Escolhi claramente o lado negro das trevas, pois pelos vistos é assim que se rotula alguém que ousa dizer/ser, como se diz em sociedade,inconveniente!

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.