Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu Varufakis porque me apetece!

Sou louco, tenho 45 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

Sou louco, tenho 45 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

O Varu passou fome!

Fiquei a saber no porto que afinal tenho grandes semelhanças com um agarradinho que me sacou uns trocos enquanto apontava para um sítio onde haviam cerca de 300 lugares vagos!


Fiquem a saber que o ser inteligente e olho para o negócio não fazem parte das ditas semelhanças, até porque aqui o bicho não tem essa mais-valia do negócio e perspetiva comercial!


Mas cada um é para o que nasce!


As semelhanças, são os maus tratos, a fome o ter de lutar pela vida ainda que ele consuma pó e felizmente até hoje tive a sorte e o engenho de escapar desse flagelo.


A fome… A dita canção do bandido, “Oh Dr… arranje-me uma moedinha, ainda não almocei!


Logo, a estratégia de puxar pelo ego do suposto cliente é meio caminho andado para uma outra abertura!


Ou seja lixou-me logo a contra resposta, mas ouve lá, há aqui para cima de mais de um milhão de alternativas para eu meter o carro!


Calei-me, com essa mas lembrei-me de outra!


Olha pá, também eu (por acaso menti pois tinha comido um franguinho num estabelecimento muito conhecido!), mas como também sei algumas letras da canção do bandido, disse-lhe assim com aquele ar de calimero, olha se tu soubesses o meu desgosto, eu tive uns convites de umas Varuzinhas para comer umas francesinhas, levei uma tampa. que até fiquei a bater mal!

 Estou a morrer de fome, mas estou de tal forma desgostoso que nem consigo comer!


A vida é dura meu amigo, nunca mais venho ao Porto!


Eu dei-lhe a moeda, mas acho que o tipo ainda deve estar a pensar, foda-se que os gajos de Lisboa são mesmo “parvinhos!”


E prontusss de maneiras que é assim, não comi nada!

6 comentários

Comentar post