Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu Varufakis porque me apetece!

Sou louco, tenho 45 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

Sou louco, tenho 45 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

O Varu em versão Jedi!

Eu nunca fui grande adepto da ficção cientifica, no entanto ao olhar para trás eu era o Mr. Spock só que em versão narigudo!

Também tocava nos ombros das minhas vítimas e pimba! Hoje em dia aperfeiçoei a técnica e faço isso com o amendoim!


Mas pronto não vou falar de outras séries, vou apenas reportar-me á época em que o Varu vivia no lado negro de força!
Sim, porque eu também aprendi com a Olívia que ela queria o Popeye mas andava louca com o Brutos, dai o bicho ter aprendido desde cedo que o que as varuzinhas gostam é de homens maus! Quer dizer, não é preciso ser mau e desatar a eliminar todas as galáxias no intuito de governar o universo!


Só mau, naquele sentido de voz sexy, aliás uma das coisas que levou a mais que tudo a casar com o Varu foi a forma como ele imita o Darth Vader enquanto dorme, é uma coisa impressionante ela gosta tanto que passa a vida a dizer para o Varu ir fazer para a varanda e com isso entreter a vizinhança!


Enfim… Mas vamos ao que realmente importa e a um episódio específico que ia desgraçando a minha vida.
Um certo dia, estava o Varu ( em versão minúscula) a brincar a querer mandar o R2-D2 aspirar a casa e agarrou na sua Espada fluorescente e desatou a combater as forças do bem!


Nisto, estava o varu na cozinha totalmente empenhado na sua demanda quando desfere o golpe fatal no seu oponente!
Foi com estrondo que ele ganhou, a luz apagou-se o clarão foi enorme e tudo se transformou numa nuvem de pó branco!


O Varu em versão Darth Vade estava estarrecido com a realidade dos efeitos especiais!
Até que…


Efeitos? Mais quais efeitos eu fodi foi a lâmpada fluorescente da cozinha, dai o estrondo… os vidros e o pó!
A mãe do Varu vai manda-lo para uma qualquer galáxia distante em regime de sem qualquer pensão!
Muito honestamente não me recordo com que desculpa é que me safei, mas sei que passei uns quantos meses num qualquer planeta de castigo!


E mais, fui sujeito a trabalhos infantis, pois a vassoura era para varrer e jamais para servir de pseudo espada!

61 comentários

Comentar post