Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Eu Varufakis porque me apetece!

Sou louco, tenho 45 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

Sou louco, tenho 45 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

O Roteiro (O salto para o blog dos blogs, ou então o princípio do fim!)

Conforme prometido vou falar de mulheres!

 

Sim, porque eu sou um grande especialista em ter amigos que de facto percebem do assunto (ou não) e como tal vou tentar resumir algumas opiniões, sobre as mulheres do nosso Portugal!

 

Para começar, (acho que não poderia começar da melhor forma) vou falar-vos sobre a mulher madeirense.

 

É provavelmente a mulher mais bonita de Portugal, tenho ideia de ter lido algures que as madeirenses são donas dos melhores pares de pernas da Europa, situação que tem a ver com perfil topográfico do terreno.

Ou então foram só os meus amigos que tinham bebido demais e acharam que isso era verdade!

Há que diga também que ganhariam a “miss bumbum Portugal" com uma perna às costas!

E olhem que eu nem sequer sabia que tinhamos esse tipo de concurso cá pelas nossas bandas!

 

A mulher madeirense é de facto muito bonita, sedutora e senhora do seu nariz.

É independente, vaidosa e faz o uso do homem apenas para o indispensável!

O orgulho é uma das suas principais características e se o indispensável passar por ter filhos, ela não tem qualquer problema em o assumir.

Na cama são dominadoras, com ideias fixas sobre o que querem e gostam.

Profissionalmente realizadas, conseguem carregar para a esfera profissional a sua frieza de pensamento que normalmente utilizam nas suas relações.

Não se dão facilmente ao apego, não é fácil conseguir entrar nos seus domínios, não são arrogantes mas conseguem dentro de um estilo muito próprio guardar distancia.

São trabalhadoras, ambiciosas, sentem a mordaça que a Ilha lhes oferece, procuram libertar-se dessas amarras com uma busca incessante por conhecimento.

Na cozinha são prendadas mas sem grandes argumentos para prender um homem pelo estomago (diga-se que também não sentem essa necessidade!)

 

Pronto, o primeiro episódio do meu suicídio está feito!

Podem reclamar aqui no blog ou então na secretaria do meu blog, preenchendo o impresso azul que está no canto superior direito do site que estou a criar para o efeito!

Sem mais delongas, voltarei em breve com mais palermices!

60 comentários

Comentar post