Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu Varufakis porque me apetece!

Sou louco, tenho 45 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

Sou louco, tenho 45 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

O Varu e os Buracos!

Entre o buraco da Velha e o buraco da nova o Varu prefere claramente o buraco da Velha!


Vá lá que eu não estou a falar de MILFS nem de as ir buscar ao infantário e nem tão pouco as levar a um lar!


Podia estar para aqui a dizer que essa bela localidade tem assim da maior variedade de bares para Milfs e que tem uma percentagem per capita das mesmas muito acima da média naciona, mas não até porque eu não saio à noite!


Vocês são do pior e começam logo com ideias.


Eu falo de restauração, de comer e essas coisas, essas não das outras!


Sim porque toda a gente que o Varu é esquisito e tem gostos muito próprios, o Varu sempre que vai àquela localidade gosta de ir comer no Buraco da Velha!


Ontem foi assim uma Douradinha grelhada com umas Migas que até me esqueci do Buraco da Nova!


E Prontuuus de maneiras que foi assim!


Uma vez alambazado, alambazado para sempre!

O Varu metido em trabalhos!

Não sou camionista, não trabalho no aeroporto nem tão pouco numa discoteca!


Mas, há dias que em vez de me deitar às 4 da manhã, levanto-me a essa hora e não é para ir mijar à horta! É mesmo para ir trabalhar! (até dói)


Depois de tudo, aqui o bicho tem o gosto de tomar banho de manhã, mesmo que o banho tenha sido de noite. ou fazendo de conta que me descascaram o amendoim eu preciso mesmo é de levar com água na tromba para acordar!


Sabem aquela lei do quando estás fodido há sempre algo que pode ficar pior, sim ela existe mesmo!


E não é que a minha misturadora se lembrou de dar o estoiro às 4 da manhã! Pumba, pifou e nada de fechar a água!

Ferramentas?! Não falta de tempo, solução ir fechar a água no contador, até porque naquela hora não me lembrei que havia uma torneira de segurança na casa de banho, porque está atrás do móvel, enfim… um gajo não pensa!


Parecia, um maluquinho, só não fui nu à rua, mas fui de toalha à cintura!


Mas vamos ao que interessa porque ninguém quer saber disso para nada.


Tive de ir comprar uma misturadora nova!


Fogo!! E eu que pensava que comprar um ferro de engomar dava trabalho!


Vocês não imaginam a tecnologia aplicada nas ditas!


Fui a duas superfícies comerciais e numa delas fiquei assim impressionado sem saber bem o que fazer e nisto passa um funcionário e eu pergunto… Desculpe estes botões vermelhos nas torneiras servem para o quê? Ao que ele responde “isso é para a água quente!” Ok até ai eu já percebi, pois está do lado da água quente, mas esta tem dos dois lados!
Nada, ficou a pensar, agarrou no telefone e do outro lado deve ter ouvido a mesma resposta e nada, ninguém percebia do assunto disse-me eu vou tentar saber venho já!
E o bicho ali à espera e nada…


Agarrei e fui ao estabelecimento e tentei saber, só tinham dois modelos e lá me explicaram ainda que de forma muito arcaica e limitada mais ao menos a funcionalidade daquilo.


Voltei ao primeiro sítio e nisto estava lá um outro cliente que tinha o mesmo dilema que eu, comprar uma misturadora.
Bem dito senhor, conhecia o funcionamento dos botões e trocamos ali umas impressões, eu expliquei-lhe o pouco que sabia e ele completou explicando-me também as minhas dúvidas.


Moral da história, saímos dali com o mesmo modelo de torneira e grandes especialistas na matéria!


Depois conto como foi a montagem, que ainda não terminei, andamos a tomar banho no lavador municipal!

 

A nova Rubrica do Varu

Isto anda pelas ruas da amargura!


Andava, porque com este magnifico post vou ser catapultado para a ribalta do universo paralelo do seja lá o que for!
Eu tenho de dar um rumo há minha vida não posso continuar a ter um blog e não publicar algo que seja de facto interessante e transcendente.


As pessoas o que querem é ler algo de interessante, algo que lhes tire o sono e até quem sabe a sarna das costas!
Por isso e não sabendo bem o porquê de o meu blog continuar a ter “audiências” do pior, continua a aumentar o número de seguidores!


Vá lá um gajo entender isto!


Bem mas vamos ao que interessa, eu decidi escrever sobre métodos de poupança.


Eu sou o Guru dos métodos modernos de como poupar!


Sei que com isto, com o livro, palestras e coaching que o bicho vai dar, irei deixar de ser um bichinho pequeno, gordo e careca para ser um bichinho pequeno, gordo e careca mas que vai aparecer várias vezes nos programas na TV e rádio por este mundo fora.


O meu primeiro conselho para poupar é….
….
Prontos… Vocês até se vão passar com a simplicidade da coisa!


Estão a ver aqueles puf’s para o banho numa espécie de rede!


Sim…


Eles são ótimos para poupar gel de banho e para coçar os tomates (quem os tenha).


Só que, não sei porquê aquilo começa a ficar assim tudo mal “enjorcado” perdendo a sua forma original toda pomposa presa por uma corda!


E então começamos a ganhar várias farripas de puf o que não é nada pratico!


O que é que o bicho faz… Agarra naquilo e vai dando vários nós de modo a que a cena fique ali mais compacta e a modos de ser usada no pleno das suas capacidades sem que o amendoim fuja por um dos buracos do dito Puf!


Nós, sobre nós e garanto-vos que alem de exercitarem os dedos na banheira prolongam a vida do dito puf!
Prontuuss e de maneiras que é assim!


Este foi a minha primeira e ultima publicação sobre poupança, pois o que eu gosto mesmo é de ser estroina e alambazado!

 

O Varu passou fome!

Fiquei a saber no porto que afinal tenho grandes semelhanças com um agarradinho que me sacou uns trocos enquanto apontava para um sítio onde haviam cerca de 300 lugares vagos!


Fiquem a saber que o ser inteligente e olho para o negócio não fazem parte das ditas semelhanças, até porque aqui o bicho não tem essa mais-valia do negócio e perspetiva comercial!


Mas cada um é para o que nasce!


As semelhanças, são os maus tratos, a fome o ter de lutar pela vida ainda que ele consuma pó e felizmente até hoje tive a sorte e o engenho de escapar desse flagelo.


A fome… A dita canção do bandido, “Oh Dr… arranje-me uma moedinha, ainda não almocei!


Logo, a estratégia de puxar pelo ego do suposto cliente é meio caminho andado para uma outra abertura!


Ou seja lixou-me logo a contra resposta, mas ouve lá, há aqui para cima de mais de um milhão de alternativas para eu meter o carro!


Calei-me, com essa mas lembrei-me de outra!


Olha pá, também eu (por acaso menti pois tinha comido um franguinho num estabelecimento muito conhecido!), mas como também sei algumas letras da canção do bandido, disse-lhe assim com aquele ar de calimero, olha se tu soubesses o meu desgosto, eu tive uns convites de umas Varuzinhas para comer umas francesinhas, levei uma tampa. que até fiquei a bater mal!

 Estou a morrer de fome, mas estou de tal forma desgostoso que nem consigo comer!


A vida é dura meu amigo, nunca mais venho ao Porto!


Eu dei-lhe a moeda, mas acho que o tipo ainda deve estar a pensar, foda-se que os gajos de Lisboa são mesmo “parvinhos!”


E prontusss de maneiras que é assim, não comi nada!

O Varu está agoniado com o cheiro a merda!

Estamos a criar uma geração de merda, uma geração de chulas, chulos, proxenetas,uma geração onde o feminismo, machismo, a guerra dos sexos está a tomar proporções absolutamente surreais!


Estamos a dar força a todos aqueles que cada vez mais se juntam e promovem o extremismo!


O dito movimento sempre existiu e sempre teve adeptos, mas da maneira que as coisas andam e para onde caminham esses movimentos tendem em se acentuar e a aumentar em numero de adeptos!


Sobre que tema é que o varu está a falar e o que é que motiva tamanha irritação no bichinho tão felpudo (exceto na cabeça) e tão querido a mostrar 10% do seu mau feitio!


Ao que parece vão aumentar a idade limite da pensão de alimentos até aos 25 anos da dita "criança"!


Pela puta da mãe do gajo que inventou esta merda toda, mas alguém no seu perfeito juízo acha esta lei minimamente aceitável!


Caso o achem, só tenho a dizer que, não só estão a ser ignorantes como estão também a lesar os seus filhos naquilo que será o seu futuro como homens e mulheres do amanhã.


Felizmente aqui o Varu tem duas situações de três situações, não está a pensar em se separar, segundo o filho mais velho está no limiar dos 25 e o mais novo, segundo a educação dos pais, quis trabalhar em part-time para poder obter um pouco mais de independência financeira, sendo que nós pais da cria temos tido a oportunidade de lhe dar todas ou quase todas as hipóteses para que continue os estudos com racionalidade mas sem percalços de maior.


Não admito que ninguém consiga sequer pensar que um Homem/mulher merece pensão de alimentos até aos 25 anos, é totalmente inaceitável.


Um filho pode morar com os pais até tarde, sem problema as gerações e vivências do seculo XXI assim o permitem, mas não de forma a ser um peso e um carrapato, mas sim de forma ativa e útil, construtiva e humana.


Infelizmente essa lei tem sido discutida por umas quantas mulheres “ofendidas” que defendem que o marido fodeu, tem de pagar, são umas putas que em muitos casos andam a canalizar o dinheiro para “namorados”.


Assim e se continuarmos nesta toada de merdinhas e fodas mal fodidas, eu quero dizer que peço a transferência para outro universo qualquer onde os seus habitantes tenham uma espécie de bom senso pois ao que parece aqui nestas paragens isso começa de facto a escassear!

 

 

O Varu informa...

Informação pública!


Passo a informar que estou a aceitar convites para comer uma Fracesinha no Porto onde irei amanhã em digressão para assinar umas quantas cuequinhas de fio dental e uns peitos de varuzinhas desnudados.


Levo comigo todo o reportório da canção do bandido bem como os meus 3 cabelinhos na nuca e as minhas gordurinhas sexys!


Sem esquecer claro está, do meu fiel amendoim, que me acompanha para todo o lado, embora nem sempre ou quase nunca corresponda ao que lhe é pedido!


Escusam de se esgadanhar todas, que o Varu chega para todas, pois sou tipo travesseiro, curtinho, mas redondo e enchumaçado!


Gosto de Francesinhas (não confundir com Francesas) e até estou disposto em virar Morcão por dia, vergando-me à máxima do fino e do cimbalino!


Tenho dito, para mais informações ou espetáculos privados é favor contactar com meu agente.

Apetece-me dizer parvoice, afinal sou o Varu!

Eu sabia que devia ter um casalinho em vez de ter dois rapazes!


Quer, se calhar eu se tivesse uma filha, já estaria internado definitivamente num manicómio, mas se calhar eu teria razão quando afirmo que as raparigas são mais próximas do pai do que propriamente das mães.
A merda do choque existencial e da puta da puberdade tira-me do sério!


Fogo mais aos rapazes que é com cada uma que só me apetece afoga-los num bidé!


Agora a esmiuçar assim o facto de ter uma filha, eu acho que os homens é que vão dominar o mundo, não, não acho!
Oh até eu já estou baralhado com isto tudo!


A ver se consigo fazer-me entender.


Os homens vão dominar o mundo devido à sua cada vez mais escassez. Há cada vez menos homens e a disputa por eles é cada vez mais feroz e evidente.


Só que, mesmo os homens com todas essas vantagens, andam a perder numa série de outros campos.
Perdem-se com as calças abaixo das nádegas, com futilidades e mariquices.


Como tenho dois rapazes ainda em fase das dores de cabeça, lido com eles e com muito dos seus amigos e observo os comportamentos.


Então, vejo e fico agoniado com a forma como elas falam com eles! Com uma puta de uma arrogância que chega a roçar o ridículo! Dominam, mandam, amuam e eles ficam ali numa e agora o que é que eu faço!


Mas não foi sempre assim?! Sim, foi de facto essas são características inatas do mulherio (ainda bem que as Varuzinhas são uma espécie à parte) Os homens (acho eu) é que lidavam com a coisa de outra forma.


Agora, é ver os putos até aos vinte e alguns anos de idade com teorias comportamentais de mandar as mãos ao céu e gritar “ Oh Cristo vem cá ver isto!”


Não gosto de ver a forma como as coisas estão a evoluir, acho que de facto as mulheres vão acabar donas e soberanas aqui do reino, não permitindo que os homens consigam libertar-se desta armadilha que em vez de equilibrar a balança da guerra dos sexos está a deixa-la totalmente desequilibrada!


Isto só para dizer o seguinte, se tivesse uma filha eu teria sempre um discurso do tipo “Filha tu não deixes que nenhum homem mande em ti, eles são uns sacanas e só querem “pito””


Tu impõe-te! 


Agora tenho dois rapazes e tenho de lhes dizer “Oiçam lá mas vocês admitem que elas mandem! Nem pensar, mas afinal quem é que manda aqui!?


Vá lá, eu sei que não tenho jeito nenhum para estas coisas, mas que se lixe, o mundo é delas na mesma!

O Varu pensa... Porque não te calas!

Quando a embalagem não corresponde ao produto a coisa de facto fica assim um tudo-nada estranha!


Aqui o Varuzinho foi transferido geograficamente e com isso viu-se forçado a procurar novas alternativas para o café!


Confesso que sou muito metódico e sou capaz de ser fiel ao mesmo local (refiro-me apenas e tão só ao local) por muitos e muitos anos!


Mas sem alternativas lá acabei por descobrir uma pastelaria daquelas premiadas que até mete dó de lá sair!
Para além da confeção ser do melhor (de facto premiada) o Varu sempre atento foi reparando numa das empregadas do dito estabelecimento.


Como aqui o Varu tem consciência ( não presunção) que o mundo gira à sua volta, foi alimentando uns olhares com a dita funcionaria.


Que, para além dos olhares sorrateiros, lá de vez em vez ia deixando escapar um sorriso, muito ténue!


Mas pronto, lá está, eu tenho a mania que do alto do meu 1.54 que sou o centro do mundo!


Confesso que, há uma coisa que me deixa absolutamente capaz de trepar um coqueiro, que é o piercing na língua (uma mulher que para além de o ter, que saiba para oque serve) terá o Varu como seu escravo sexual até términos do contrato!


Pior que isso, é quando elas querem que nós saibamos que ele existe, então naquela hora de tirar a conta, ela passa assim a língua de lado nos lábios mesmo, mas mesmo só para o mostrar!


Não há hipóteses, comecei a pensar que teria de entregar a esta menina uma ficha de inscrição para Varuzinha do mês.


Hoje a coisa avançou, o pouco contacto terá sido sempre na base, do pedido, resposta, pagamento e troco!
Hoje o Varu atrevido disse… Aquilo é o quê?


Ela respondeu é… blá-bá é delicioso e ofereceu-me um!


Não tenho palavras, aquilo é mesmo de bradar aos céus, mas acreditem que o doce foi a única coisa que encheu o varu, pois a pseudo candidata a varuzinha, ao ter falado comigo, libertou-se e… Revelou uma daquelas vozes que até arrepiam os pelinhos do cu do varu!


Está feito… Dou razão a quem diz que às vezes o silêncio é de oiro!

 

O Varu foi de férias!

Sou do pior, até quando vou de férias!


O meu mau feito é algo que me acompanha até a dormir!


Há coisas que eu não gosto de fazer mas que como a vida é feita de partilhas e de algumas cedências, aceitei fazer uma das coisas que não gosto nada, que é andar sem destino.


Na… Isso era demais, não foi totalmente sem destino, porque fui direto a um sítio, só que não tinha nada marcado e sabia que só lá ia estar uns dias e que sim, o resto seria andar à “deriva”.


Não fui de barco, porque não sei navegar e nem roubar, por isso fui de carro!


O mal de andar muitas vezes sem destino certo é que estamos sujeitos à disponibilidade de estadia, de comida e de tantas outras coisas, dai eu contar-vos uma das minhas passagens nestas férias.


Fui para um local indicado por locais de uma terra relativamente distante, cerca de 150 km e que me tinham dito que as praias e a gastronomia naquela terra eram fantásticas.


Andei, andei e sinceramente nem a gastronomia nem as praias me encheram as medidas!


Agarrei na trouxa novamente e meti-me a caminho à procura de uma localidade melhor, fogo… Não encontrei nada.
A coisa estava a ficar complicada, o dia estava a acabar e eu tinha de arranjar estadia para o clã Varu.


A mais-que-tudo já estava a ficar stressada, não encontrávamos nada e o que encontrávamos nem que eu vendesse o amendoim na Tiffany’s eu ganhava o suficiente para uma noite!


Mas que caraças de passa com esta terra, que as praias não valem nada, a comida é do pior e isto está cheio e no que há vaga, é ao preço de uma capital Europeia!


Mau… Vi as minhas bolinhas a serem apertadas pela mais-que-tudo!


Ok… Lá encontramos um sítio para ficar, era cara, mas pouco ou nada havia a fazer a não ser lavar os tintis na praia e dormir no carro!


“Nós vamos comer qualquer coisa ao povo e já voltamos, a ver se apanhamos alguma coisa aberta!”
E lá fomos… Vai de comer algo a que eles chamam de comida e gastronomia!


A fome era muita a azia foi maior!


De regresso. “Qual é o nome do Hotel?” Ups, deixei tudo em cima da cama. O caminho é por ali… Quer dizer o GPS não funciona!


Caraças, isto é mesmo o carma, a lei de Murphy em ação. Não quando as coisas estão más, há sempre algo que pode ainda piorar!


E o que foi? Perguntam vocês!


Foi uma brutal caganeira! Daquelas que eu nem sei como consegui chegar ao sítio!


Enfim…. Lá dei com o hotel, com a sanita do hotel e vi a minha vida a andar para trás e a pensar, mais que tudo, faz as malas vamos para casa!


Não foi bem assim, andei ali dois dias a cagar fininho, mas depois vinguei-me e curti o que havia para curtir!


Nunca mais vou de férias, até porque morri de saudades das Varuzinhas.