Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu Varufakis porque me apetece!

Sou louco, tenho 45 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

Sou louco, tenho 45 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

Eu vi...Eu sei!

Só existem 3 tipos de pessoas no mundo!

Por acaso até existem para cima de 5 milhões de tipos, caso se entenda de facto especificar o termo de análise e o que está a ser categorizado!

Mas pronto, eu como sou um bicho digo que há 3 tipos de pessoas no mundo, as que que tem opinam sobre tudo, as que não tendo opinião sobre nada, opinam sobre tudo, e as que tendo opinão sobre tudo, opinam sobre tudo e sobre nada!

Ui que agora cheguei a parecer o Chagas!

Não sou e confesso que prefiro assumir a minha masturbação em grupo do que fingir que me estou a masturbar no metro em hora de ponta a pensar que ninguem me está a ver!

Acabei de ver a foto de uma mulher a fazer “biquinho” encostada a uma Oliveira, de vestido de lycra com uma perna encolhida sobre o tronco a fazer aquilo que provavelmente ela e o fotógrafo, consideram como uma pose sexy!

Até aqui tudo bem, somos bombardeados com fotos dessas a um ritmo alucinante.

O que que de facto me deixou assim intrigado foi o facto de essa senhora ser um pouco mais velha que a minha mãe, eu ter namorado com uma das suas filhas e ultimamente eu ter visto fotos idênticas da neta.

Estou confuso, mas ok, sabe-se de antemão que eu sou assim.

O que eu não sei é que categoria me devo inserir se nos que opinam por tudo ou se de facto eu começo a entrar num capítulo em que começo a sentir pena das Oliveiras!

Voltando aos 3 tipos de pessoas, temos os que sabem o que é bom senso, os que tem uma ideia sobre o assunto e as outras que nunca sequer em tempo algum ouviram falar de tal distrate.

O que eu lamento é que muito provavelmente as fotos que eu meti com as muletas junto a um poste no hospital não tenham sido interpretadas com a sexualidade que eu as projetei.

Este mundo está de facto a tornar-se muito cruel e insensível.

 

 

O Varu a dizer mal, só porque lhe apetece!

Sim eu sei que muito provavelmente a culpa é minha!


Talvez seja por ter sido abandonado à porta de um convento e com isso ter desenvolvido o Hábito de não poder ver um rabo de saia!


Ou talvez seja por que estou a ver a vida a andar muito rápido e com isso comece a ver que não tarda nada vai calhar-me a mim!


Ninguém está a perceber nada do que eu estou para aqui a tentar dizer, não faz mal, pois de facto é o que se passa quando eu tento dizer isto às pessoas a quem acuso literalmente de, elas também não percebem nada e começam com uma argumentação que não lembra sequer ao menino Jesus, e não falo do treinador do melhor clube do mundo, que esse argumenta que nunca mais acaba e com argumentos que de facto não lembram ao mais pacato cidadão!


Enfim, já não é não é a primeira vez nem será a ultima que o meu espirito de conversa realista me leva a dizer coisas, que se eu não estivesse de muletas, passaria a andar com elas num instante, pois o que não falta para ai é gente com vontade de me chegar a roupa ao pêlo.


Há por ai uma espécie de sentimento generalizado na malta da minha geração (70) mas principalmente na geração de 80 que os pais têm de ajudar.


Não condeno de todo que os pais que caso possam ajudem os seus filhos, o que condeno é esta dependência, o escarnio e a maledicência de quem beneficia de tais benesses.


O ponto número 1 é quando oiço dizer mal dos sogros, que são isto que são aquilo, que se metem na vida e o diabo às costas!


O 2º ponto é a negação, o facto de as pessoas fingirem o que não são.


O ponto número 3 é de facto a malta não ter noção do nível de dependência!


Ok, já ganhei mais um milhão de inimigos, pois ninguém se revê e nem sequer concorda com o meu ponto de vista.


Então como as pessoas com quem eu estava a falar não quiseram entender e como grandes defensores da sua independência mandaram-se a mim com todas as forças!


Então, eu lancei um desafio;
Que estejam 1 ano sem contacto físico com os pais / Sogros, para além daqueles jantares ou almoços de Domingo e dias festivos.
Passam, a ir levar e a ir buscar os filhos todos os dias ao infantário/ escola mesmo que tenham de pagar prolongamento e que o filho passe 12 horas no colégio.


Que de modo algum deixem o filho/os na casa dos pais / sogros para sair ou algo semelhante, isto aplica-se também a motivo de doença.


Estão completamente proibidos de aceitar qualquer ajuda financeira, ou de bens, sejam eles de cariz alimentar ou de qualquer espécie.
Devem ser totalmente autónomos, não é preciso muito basta seguirem estas regras durante 1 Ano.


Claro está que disse que ao fim de 6 meses já estariam a dar-me razão!


Eu não sou nem melhor nem pior que ninguém, mas como não tenho quem ficasse com os meus filhos, de facto eles ficavam as tais 12 horas no infantário /Escola.


Sou a favor das ajudas, em caso de elas de facto serem possíveis, pois infelizmente anda ai muito pai que gastou tudo com os filhos e agora quer para a sua velhice e não tem.


Por isso, pior do que cuspir no prato onde se comeu, é mesmo cuspir no prato onde se come!

 

Não quero ser má língua!

Não , eu não sou bom nisso, nesse contexto sou de facto má lingua :-) Mas vamos ao que interessa, ouvi dizer que o condutor do massacre de Nice afinal não está ligado a nenhum estado para além do estado estupido! O mais grave é que tanto quanto se sabe nem sequer é do sexo masculino! Rezam as más linguas, que era uma mulher que ia ao volante! Atenção que não sou eu que o diz... Razão têm os estados islâmicos quando não permitem que as mulheres conduzam :-)

O Varu espalhou-se

É só para dizer que não tenho vida para isto! Ok, dito isto também quero dizer que numa das minhas ultimas aventuras me esbardalhei e que ando para aqui com uma perna às costas! Confesso que sempre quis ter um membro negro! Se o amendoim já fazia sucesso, imaginem o resto! Não vou poder jogar pela seleção, fui dispensado, por isso agora sou todo vosso! Aceito currículos para varuzinhas em modo enfermeiras.