Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu Varufakis porque me apetece!

Sou louco, tenho 45 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

Sou louco, tenho 45 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

Aviso com antecedencia "uns dias antes"!

Tenho tanto jeito para isto como para dançar num varão para uma multidão de varuzinhas famintas!


Alguém me disse um dia destes que eu não tinha perfil de blogger, que não tinha nascido para isto.


De facto chego à conclusão que não percebo mesmo nada disto.


Eu sou do mais despistado que pode haver, o meu ser blogger seria mais ao menos como o GNR que foi dançar e levou a pistola de serviço, ou então ter um vaso com uma flor e não a regar!


O meu strip seria tão mau que muito provavelmente atendendo ao meu peso e baixa estatura toda falange de apoio iria sair defraudada por não conseguir visualizar a atração “maior” o amendoim!


É isso, eu sou assim, custa-me deixar-vos à mercê desses mamíferos invejosos que querem tomar a Varulandia de assalto e tornar reféns as minhas queridas Varuzinhas mas como eu costumo dizer, contra factos não há argumentos!


Eu queria… Mas não consigo!!!


Vocês são as minhas flores e precisam de sol e de derem regadas (ui Eu em versão querido)


Mas é que nem pensem nisso, porque não contam com o Varu para essas mesuras e beijinhos no pescoço!


Eu venho cá quando quero, quando me apetecer e caso esteja bem disposto faço um aviso prévio do tipo;

 

"Varuzinhas se preparem Eu vou lhes usar!"


Aproveito para dizer que irei ausentar-me outra vez e que não estarei disponível para vos dar umas palmadas muito provavelmente durante todo o mês de Maio!

 

Passem no PBX onde vão encontrar posters do amendoim para colocarem por trás da porta do vosso quarto e com isso minimizarem as saudades do VARU!

 

O Varu desapareceu!

As mais belas teorias sobre o meu desaparecimento.


Eu já sabia que era uma estrela, sim digo era porque o meu blog mandava raios pelo cu e estava sempre em cima, não em cima delas mas pelo menos andava lá perto!


O que é facto é que após a minha última publicação, que de facto foi um desabafo, algo muito fora do meu registo como Varu, mas muito dentro daquilo que sou como homem e não na versão de Bicho que só diz asneiras, recebi alguns contactos no sentido de saber se eu estava bem e se a minha familia também.


Asseguro a todas as Varuzinhas, que os meus filhos estão bem, que eu estou bem e que continuo cheio de força no amendoim!


No entanto surgiram algumas teorias sobre este meu desaparecimento da blogosfera, muitas delas mesmo muito interessantes!


• Fugi de um grupo armado de maridos ciumentos!


• Fui apanhado por esse grupo de maridos ciumentos!


• Não fui apanhado e tive de me esconder num sítio que não posso contar!


• Estive quase para me esconder nesse sítio que não posso contar mas não o encontrei, devido ao meu péssimo sentido de orientação e com isso andei perdido durante meses, dias… Horas!


• Não haviam maridos ciumentos!


• Que afinal não sou gordo, baixo e careca! E com isso não fugi dos maridos mas sim de uma multidão de varuzinhas gulosas e impacientes!


• Que fui apanhado pela Mais que tudo em frente ao PC a fazer declarações de amor eterno a mais de 1 milhão de Varuzinhas em lingerie branca ou preta, visto que todas as que tinham de outras cores, foram excluídas!


• Que eu tinha morrido, porque fui apanhado ao mesmo tempo pelo milhão de varuzinhas e seus respetivos maridos, quer dizer, elas foram primeiro e eles só me venceram porque elas tinham dado literalmente cabo de mim!


• Que era dono de um Kebab e que tinha andado à catanada com uma série de arruaceiros que se manifestaram em frente ao meu estabelecimento contra a exploração do Amendoim!


• Que nada do que eu disse antes aconteceu e que eu estou apenas internado por distúrbio de personalidade e potencia a mais no amendoim!


Pronto, oque eu posso dizer é que a minha vida nos últimos tempos tem sido uma autêntica pasmaceira e que a única coisa de interessante que eventualmente me aconteceu foi uma caneca de Caracóis!


O Varu Bicho cheio de fome, espanholas ali a dar-a-dar e o bicho à beira de um ataque de nervos!


Enfim… algo de bom! Festival do caracol! O bicho aproxima-se e… Vê uma bruta esplanada cheia, no balcão  uma daquelas panelas da tropa!


Como as coisas enganam, e nem sempre o que parece é!


Moral da história, para além de ser muito cedo para o dito Caracolinho, ali pelos vistos eles são servidos numa caneca em vidro, eles bebem a água e, o caracol é tipo um saco de chá!


Enfim…. Estão a ver o porque de eu não escrever!


A minha vida anda uma seca molhada a água de caracol!

Os meus Olhos Verdes...

E o meu coração apertadinho.

 

Vou quebrar um registo de blog, sempre disse que se fosse para escrever sobre coisas menos boas que não contassem comigo.

Nunca fui do tipo populista para debitar informação de merda e nem escrever só porque sim. No entanto e porque sim, apetece-me dizer que me sinto triste.

Não é de agora e quem me conhece sabe que não sou um bicho de passar ao lado das coisas. Envolvo-me e sinto tudo de forma muito peculiar.

Sou pai de dois filhos, um ainda adolescente que tem passado por várias provas e desafios próprios da idade e de um outro já me idade “adulta” que me deixa ali, aqui á espera que eu possa servir-lhe de algo.

Levo uma vida de merda, como tantos outros bichos da minha idade e extrato social, nem sempre conseguimos estar onde queremos e fazer o que precisamos. Cheguei a casa já passava das 11 da noite, estaciono e olho para dentro do outro carro, tal é o meu ar de espanto a dizer “Estás aqui?”

A sua reação não foi nenhuma, ou antes pelo contrário, a sua reação foi tudo, o seu silêncio a sua calma levou a que lhe tocasse no ombro e lhe pergunta-se “Então filho?” Foi o suficiente para que todo o seu universo se desmoronasse naquele momento, fiquei ali no meio da rua a pensar, E agora?

Entramos em casa e o nosso abraço foi tão forte que eu me senti impotente para suportar um homem de 1.80 nos meus braços, mas era o meu filho, ainda que eu estivesse ali numa posição inferior, eu era o pai e seria sobre esse mandamento que eu ali estive abraçado a sentir o soluçar de quem queria um aconchego e um carinho. Caraças, dói mesmo muito ver um filho sofrer, dói muito mais ter vontade de foder toda a gente que eventualmente lhe possa fazer mal e não o poder fazer porque é algo que nos transcende.

 

Hoje, sentado ao meu colo disse-me” Sabes pai, a culpa é tua! Passaste-me nos genes, o feitio e com isso também veio o caracter!”

Ou seja aqui o bicho sentiu-se tremendamente confuso, pois será que vale a pena ter caracter quando passamos a vida a dar murros em pontas de faca! (Expressão da mais que tudo, a sábia cá da toca)

Enfim… Não sei! O que sei é que me olhei ao espelho e com os olhos vermelhos de tanto chorar nunca os tinha visto tão verdes! Estou, triste, mas… Estou super orgulhoso, pois formei um homem!

O Bicho Varu Enlouqueceu!

O ser humano é de facto um ser muito irritante!

 

Eu então assumo na perfeição essa condição, pois sou irritante por mim e por mais uns quantos camaradas!


Não há espécie no mundo mais inquietante e insatisfeita, tirando as formigas que não percebo ondem metem tanta comida!


Passamos a vida a dizer que somos, lunáticos, psicóticos, neuróticos, malucos, doidos e podia ir por aqui adiante que nunca mais teria fim, mas iria parecer um tanto ou quanto louco e eu não quero!


É moda, não termos tempo para nada e termos sempre uma desculpa do “estou a enlouquecer”
O problema é…


Quando de facto aos olhos dos outros estamos mesmo varridos dos cornos!
E depois como é que se lida com isso?


Pois… Dizemos...Não… Não é nada disso, estou apenas cansado, não se passa nada.


Vai de tentar inverter o ciclo e fazer de conta que não dizemos as mesmas coisas mil vezes, que não nos esquecemos de dizer essas mesmas coisas outras mil vezes e que nos tornamos um animal de hábitos.


Comecei a notar um padrão estranho num amigo, algo que não me batia certo e me levava a desconfiar que algo se passaria.


Mas ao fim ao cabo o tipo sempre se intitulou de louco porque é moda ser-se louco, ninguém quer viver no padrão normal do socialmente considerado normal.


Só que de facto a linha que separa algo que nos contém dentro das medidas de loucura aceitável para a outra que passa para o campo da neurose é tão curta que estava apenas à distância de uma cadeira, de uma televisão ou das vozes que se começam a ouvir!


Nunca pensei ver tanta gente nova de idade numa ala psiquiátrica!


Confesso que ao ter lá entrado fiquei absolutamente mudo e inerte, não fosse alguém notar que também eu merecia lá ficar!


Ao sair, bem… senti-me como se tivesse roubado uma camisa e que a máquina fosse apitar à minha saída!

Andei para ali a rondar a rondar para fazer tempo antes de sair, no fim a ganhar coragem!


Bem… consegui sair, trouxe de facto uma camisa de recordação e agora vou usa-la no sexo!


Vou tentar fazer sexo “louco”

 

Magnifica Campanha eleitoral!

Podemos não gostar, podemos não concordar mas o que é facto é que a malta está farta de gajos que dizem amém a tudo e tentam de todas as formas e mais algumas agradar a todas as faixas e classes políticas e sociais.


Confesso que se há povo que eu abomino e pura e simplesmente considero burro, ele é o Americano.


São desprovidos de qualquer cérebro e de valores ético e morais, naquelas cabecinhas tudo é uma mescla de burrice com patriotismo elevado ao cubo!


Não há por isso como não nos lembrarmos de políticos e politicas do passado, dos Democratas aos Republicanos aquilo tem sido um dó pegado!


São um povo falso e absolutamente demagogo em relação ao resto do mundo, fazendo da sua força e interesses a sua regra para interagir de forma unilateral com o resto do mundo, impondo uma espécie de ditadura camuflada de “bons samaritanos”.


Que se lixe, eu também nunca concordei com o nobel da Paz ao Obama e nem tão pouco acredito que Neil Armstrong tenha alguma vez posto os seus tomatinhos na Lua!


Voltemos à vaca fria desta vez ao Donald, ao pato sim porque o gajo é mesmo um grande pato!


O que é facto é que esse pato, está a mobilizar o povo um dos povos mais burros do mundo, está a fazer com que eles olhem para o Pato como uma alternativa ao Peru do dia de Graças!


Será que eles são mesmo burros?! Neste momento já começo a duvidar.


Duvido porque o dito Pato, está com um discurso direto, pode não saber falar nem o que diz, mas não se coíbe de o dizer.
Trata os bois pelos nomes, define regras, diz o que pensa e o que vai fazer se ganhar, assume-o de forma inequívoca mesmo perante as perguntas mais difíceis.


O povo, seja ele o Americano quer um outro qualquer, está farto de políticos de falinhas mansas, querem decisões, querem ter algum ponto de convergência em quem deposita o seu voto.


Talvez por isso a sua popularidade esteja a crescer exponencialmente, ao ponto de já haver twits com as “Donald Babes” (o que me deixa claramente irritado, porque as minhas varuzinhas não metem fotos em biquíni de apoio aqui ao Bicho)


Mas pronto, cada um tem o que merece!


Só para terminar, quando alguém diz que a lei do aborto deveria ser revista, que não concorda com ela, ou que não se pode deixar que os Muçulmanos castiguem, decapitem ou se façam explodir, matando dezenas ou centenas de pessoas sem que eles mesmos sofram o terror do terrorismo e da tortura não pode ser, nem deve ser considerado lunático ou ditador, pois se assim é este mundo está carregadinho de lunáticos e ditadores onde eu estou claramente incluído.


Neste mundo e como já referi, só há dois tipos de pessoas, os que gostam de sushi e os que não gostam, e como tal, se não gostas é porque nunca comeste do bom e és retrógrado!

 

Enfim, E PRONTUSSSS DE MANEIRAS QUE É ASSIM!