Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Eu Varufakis porque me apetece!

Sou louco, tenho 45 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

Sou louco, tenho 45 anos e há na loucura um prazer que só os loucos conhecem.

O Varu com os Olhos em Bico!

É tudo uma questão de fita-cola, não que eu a tenha colada de forma a ficar assim com os olhos, mas porque ao que parece este mundo se não está preso por fita-cola, pelo menos parece!


O que é que leva uma tipa a colar as mamas?! Será que com isso quer despertar os instintos infantis dos homens, naquela de brincar às colagens!


Diga-se de passagem que aqui o Varu nunca teve jeito para as colagens, cada vez que tentava acertar no espaço de um cromo na caderneta ele ficava sempre assim para o enviusado!


Assim se for aqui o bicho a colar as mamas da menina ela arrisca-se a ficar com uma mama acima da outra!


Cheguei a uma conclusão, não são os homens que tem fetiches com as mamas das mulheres, afinal são as mulheres que tem fetiches que os homens possam ter fetiches com as suas mamas!


Fui claro?!

 

É obvio que não!


O “vosso” fascínio em meter ali tudo em modo prateleira, a jeito de segurar o mais firme olhar de um homem que se deixe encantar por tais atributos, é algo que nos leva a querer pensar que afinal se é para olhar ao menos que se olhe, agora pedir para colar, ai já é levar a coisa muito a sério!


No café onde vou tomar a minha “bica” de manhã, há por lá uma empregada que manda cá umas prateleiras que aquilo até dá para servir leite vigor!


A tipa tem tanto de mamas como de peso a mais, no entanto sabendo ela que as tem grandes anda sempre com um push-up (Não percebo nada do assunto, fui pesquisar) para as colocar para cima.


Isto visto de cima, quem está atrás do balcão é assim um tanto ao quanto de algo que um gajo não sabe para onde olhar!


Só que eu sou um bicho e hoje decidi olhar, curioso é que eu não olhei para as ditas, mas sim para as costas!


Isto só aconteceu, pois para além de um enorme decote, a camisa é transparente e hoje está um frio do Camandro, oh catano oh caneco!


Depois houve outro pequeno detalhe que me chamou À ATENÇÃO, o facto de ela estar sempre a puxar as alças do soutien para trás!


Reparei então que aquela parte de trás onde está o fecho estava quase na omoplata! Não seria ara ficar ali naquela posição em linha recta com a frente!

 

Muito provavelmente sim, então das duas uma, ou as mamas são mesmo pesadas ou a fita-cola é de má qualidade!

 

E Prontus de maneiras que é assim!

 

Será que também funciona no Amendoim!? (Estou a pensar em usar fita cola para ver se ele chega ao umbigo!)

 

Vá este foi o memento surreal da manhã, ele jamais chegará sequer a 30 cm dele, nem que eu use toda a fita do mundo e arredores!

 

O Varu em Formação!

Não, eu não vou voltar a falar novamente a falar da formação de massa muscular que estou a criar no abdómem!


Desta vez venho mesmo comunicar que decidi instruir-me,dotar-me dos meios para que seja um pouco mais culto!


Fui obrigado, em suma,fui obrigado a tirar uma daquelas formações da treta e como tinha de ter horas de formação, optei por as gastar em “cromologia” para que possa aprofundar o culto de ser cromo!

 

Isto passa-se na segunda sessão com o mesmo formador!


- Boa tarde…


- Boa tarde, já viram o como estão as minhas mãos? (Entrou logo a matar)


- Estão verdes (diz alguém)


Digo eu, hepatite?


- Não, vocês nem imaginam!
Então eu tenho uma vinha e tive de a sulfatar, entretanto fui à drogaria para comprar o produto,disseram-me  que  tinha de tirar uma formação na junta de freguesia para que pudesse aplicar os produtos químicos!


- Sim, respondi eu, agora é assim. Isso é por causa do controle dos pesticidas e dos possíveis envenenamentos com os mesmos.
Tem de haver formação para a sua aplicação, no mínimo um conhecimento básico. (Sou um gajo entendido na matéria)


Ao que ele diz,
- Sim eu sei e então á fui à procura da dita formação, como tenho mais de 65 anos e formação académica, disseram que teria uma benesse e que o curso teria apenas a duração de 4 horas. Foi rápido, há sessões de formação com frequencia.
Pronto, lá fui eu comprar o produto e segui para a aplicação.


- Então e não usou luvas?!


- Sim claro que usei, usei luvas de plástico.


- E aconteceu isso? Digo eu com cara de espanto!


Sim, pois não sei, eu tinha luvas de pano e depois calcei umas luvas de plástico por cima, até calcei mais que um par!


- Que luvas eram, onde as comprou? (Eu cada vez mais espantado!)


- Eram do lidl, do supermercado, daquelas que se usam para tirar o pão!


- Mas essas luvas são furadas!!!!


Realmente, pelo andar da carruagem eu não só me formo como me torno um mestre nesta arte de ser cromo!

 

Casa-te com uma feia,gorda e mal-humurada!

Ou isso ou então passas a vida com a velha máxima que toda a gente passa a gostar mais dela do que de ti.
No meu caso eu sou assim aquele tipo de gordinho, desleixado e mal-humorado, tirando os rasgos de humor sarcástico.


Em suma sou do tipo de homem com aspeto de cientista maluco só que nem sequer para sirvo isso devido à minha enorme falta de cabelo.


Ultimamente tenho ouvido comentários do tipo, tu trata bem dela, ela está linda, gosto tanto dela!


Também tenho ouvido a outra versão do tipo;

Estás mais gordo, estás melhor? Andas com ar cansado! Conheço uma clinica de implantes capilares!


De facto quando um tipo tem uma mais que tudo, linda e simpática a coisa complica bué, a nossa mãe, a nossa família, os nossos amigos passam a gostar mais dela do que de nós!


Essa dos nossos amigos é terrível! Porque eu apesar de ser do pior tenho amigos que conseguem ser um tudo-nada piores do que eu.


E todos nós acreditamos que o fair play é uma treta e nenhum de nós acredita que a mulher do amigo é homem.
Para além de serem mais bonitos que o Bicho!


Enfim, mas também acredito na velha máxima de que o que um não quer, dois não fazem.


Mas isto tudo para dizer o quê?!

Aa mais que tudo fez anos à pouco tempo e eu que sou um marido do pior, ofereci-lhe um tratamento todo XPTO, daqueles que parecem um concerto dos U2, cheio de luzes e laser!


Ou é ou não é e aqui o Varu gosta quando é!


Nisto, ela chega a casa toda satisfeita e eu pergunto, correu bem a primeira sessão? Ao que ela responde, SIM…
A tipa disse-me que eu tinha o corpo de uma “miúda” de 29 anos!


Ao que eu respondo… Estás a ver, eu estou sempre a elogiar-te e tu estás sempre a pensar que estou no gozo e que é conversa da treta que é só para te levar para a cama!


Ok, essa parte de querer te levar para a cama é verdade, mas o resto de estares ai toda nos trinques também!
Nisto, desço à terra, Porra varu, tu tens de te cuidar este teu ar de maluco e de tipo que não liga a nada, se não qualquer dia estás lixado!


Este ano fazemos 25 anos de casados, ela cabe dentro do vestido, eu nem que multiplique fato por dois lá entro!


Por isso a partir de hoje, vou deixar de ser gordo, baixo e careca!

 

Hoje é o dia da viragem!

 

Vou inscrever-me no clube do bairro, pois ouvi dizer que a cerveja é mais barata para os sócios!

 

 

Quem Conta Um Conto...#10 Proibido

A pedido da Mulinha mais sexy da Internet e arredores aqui o bicho teve de engendrar aqui um seguimento para a trama.

Não está fácil e por isso decidi ( Sim porque eu mando) em fazer isto em dois atos, como a Fatia fez e muito bem, era preciso encorpar a história, sim porque a vida não é só sexo! (Eu nem acredito que disse isto, deve ser por causa das minhas costas!)

Então cá vai;

19127266_tq6Z3.jpg

 Na Casa onde Ana e Pedro se encontravam, o espaço físico era dominado por um vazio de som ensurdecedor, até que Pedro diz;
- Ana convidei o Vasco para vir jantar cá a casa no próximo sábado.


- Quem?
Responde Ana com o gelo a tomar o seu corpo de assalto, a sua expressão facial ficou petrificada, o vazio do som foi rasgado por um trovão!


- O Vasco da empresa que nós estamos em negócio, achei que era um ato de cortesia e que nos poderá ajudar na concretização deste negócio.


- Mas porque, achas que havia necessidade, não percebo, não percebo, mas tu é que sabes.


- Ana, porque estás assim tão abespinhada, fala comigo… escuta, tu por acaso achas que eu sou parvo ou cego?!
Disse Pedro, ao ver que de facto não se enganara e de facto havia ali uma situação para explorar.


- Porque dizes isso, o que queres? Deixa-me tenho imenso que fazer.
- O que se passa contigo? Andas estranha, julgas que eu não vejo a forma como tu olhaste para ele?
Julgas que não sinto como tu andas…


- Outra vez a mesma conversa, estás a tornar-te possessivo, não tenho paciência!


- Possessivo, eu? Dizer à minha mulher que se nota a léguas que está diferente e que está a fazer por marcar isso, é ser possessivo!
Desculpa, mas algo está errado, Ana tu mete os olhos em ti, faz um flash do teu comportamento.
Estás disponível, nota-se como te preparas, como te vestes, como te moves, até no sentar.
Sentes-te mais segura de ti, mais sensual, fazes por estar mais sexy, eu bem vejo o teu olhar de desejo quando olhas para um homem que te interessa, pareces que navegas nos seus braços, sem que te aproximes dele.
Da forma como finges não olhar, tudo em ti neste momento cheira a sexo!


- Eu não sou como tu! A minha vida não gira à volta do sexo!


-Dizes tu, dizes tu minha querida, para já eu não sou parvo e depois é pena que não te filme, aliás nem preciso de o fazer pois tu és uma mulher esclarecida e podes não querer dar-me razão, mas no fundo tu sabes que eu tenho razão.
Eu sei que me traíste, e tens vontade de o voltar a fazer.


- Não fiz nada disso! Não sei o que pretendes mas eu não estou para ter esta conversa!
Responde Ana com a voz alterada.


-Calma deixa-me falar… Eu não estou irritado, ou quer dizer, não sei…
Pedro puxa de uma cadeira e senta-se, com Ana de pé, sem saber muito bem o que fazer, sentia-se ali despida, a tentar gerir os movimentos e emoções, pensando que fora descoberta!
- Eu sei que não tenho sido o melhor dos maridos, sei que não acredito no amor e que para mim sempre encarei a vida pelo aspeto familiar, o melhor para ti, o melhor para os filhos vida e trabalho.
Pensava eu que a tua valorização estava no que te podia dar, na tua tranquilidade, o sexo para mim contigo, era isso, talvez eu tivesse gerido mal a situação e agora tu estás numa nova fase da tua vida.
Acontece que na minha opinião não estás a saber geri-la, pois deste demasiado nas vistas e estás como se diz na gíria a ir com demasiada sede à fonte!


Ana estava incrédula com as palavras de Pedro, por momentos ficou ali numa espécie de 5ª dimensão sem conseguir entender bem o que se estava a passar.


- Eu não sou ciumento, é claro que ninguém gosta de ser traído, eu gosto de ti, apesar de tu pensares que não!


- Eu nunca te disse isso! Sei perfeitamente que gostas de mim.


- Olha, vou dizer-te uma coisa muito a sério.
Eu noto perfeitamente o teu estado de espirito, a tua disponibilidade, entendo que tenhas fantasias pois eu também as tenho, pena é que não falemos sobre elas!
No entanto há uma coisa muito importante e é sobre isso que tu terás de refletir.
Foi sexo? É isso que procuras? É amor, estás apaixonada? Tu estás toda baralhada, estás a misturar tudo, mas sobre isso não há nada que eu te possa dizer que tu tenhas em consideração ou que te ajude.
Pedro num estado de espirito triste tenta refletir e num comentário final diz…
- De momento não vou pedir o divórcio, vou deixar que reflitas que me digas o que tens para dizer, a vida é feita de escolhas e tu estás a fazer as tuas.


Ana gelou, como se isso fosse possível, pois o seu corpo que há muito estava já totalmente gelado, o seu mundo desabou, o chão desapareceu debaixo dos seus pés!

Era impossível conter as lagrimas que brotavam dos seus lindos olhos, ficou ali parada de costas para Pedro.


- Eu não me importo que fodas com outro Homem, diz Pedro no seu jeito para tentar quebrar o ambiente! Até porque sei que o fazes e queres continuar a faze-lo, se sou liberal, se calhar sou ou então tenho a mania que sou, não sei!
O que quero é que te sintas bem com as tuas escolhas e que tomes consciência que é só sexo, ou então se estás apaixonada diz-me e acaba aqui.


Não estou de forma nenhuma a dar-te carta-branca, estou apenas a querer dizer que quero que quero que partilhes as tuas fantasias comigo., que pelo menos sejas honesta contigo mesma!


Quanto ao jantar, nós vamos mante-lo, faz-me uma lista e eu tratarei disso, tens até Sábado para pensar e eu também!

O silêncio voltou a imperar, só rompido pelo ténue som das lagrimas de Ana.

Pensamento do dia!

 

Porra que merda pá! Será que nunca mais legalizam a Eutanásia para que eu possa dar um tiro nos cornos!

Ou isso, ou dar uma martelada no dedo grande do pé, caso lá chegasse!


Sim… o Varu às vezes também pensa!


Nada de pensamentos que tenho uma má vida e essas coisas, mas sim sou a favor de por termo à vida quando se sofre e se fica dependente ou por um motivo ou por outro se fica dependente!


Que é claramente o meu caso eu hoje estou dependente!


Então não é que acordei e não consigo sequer calçar-me! Puta que pariu!


Já há uma semana que eu andava a sentir que me estava a dar a travadinha, ontem a coisa piorou mas  para não fazer figuras de homem, fui dizendo não é nada, não é nada!

Sou um bicho forte, não  vergo por por qualquer coisa, ou seja hoje não me vergo de todo!


Passei uma noite terrível e hoje ao tentar levantar-me, ui….Ca dor! Já passei por isto, outra vez não!


Não é justo, pois eu não me imagino a viver uma vida onde não me possa ajoelhar em frente à mais que tudo, começar a beijar-lhe os tornozelos e ir subindo até conseguir ir descendo e com isso ir tirando aquelas coisas que vocês mulheres gostam de usar para deixar os amendoins loucos!


Não me vejo a não ser capaz de esculhambar tudo com movimentos de anca dignos de um animal da minha espécie, não me vejo sequer a não conseguir agarra-la ao colo e encosta-la contra a parede enquanto lhe mordo o pescoço entre outras coisas!


Por isso e por muito mais, sim, sou a favor do slogan; se não tiras prazer da vida mata-te!


Eu sei que sou melodramático, mas por acaso já vos disse que estou todo entrevadinho?!

Peço desculpa pelo inconveniente mas terão de transferir as vossas marcações para uma outra oportunidade de modo a que eu possa tratar de vocês em condições!


Já agora… se entre as Varuzinhas existir alguma com capacidades absolutamente fantásticas na arte das massagens, o Varu agradece.

 

Um Ano de Varulandia!

De varuzinhas, amendoins e palermices pegadas que não lembram a ninguém!


Não sei se o dia é hoje, sou um bicho macho e com isso é perfeitamente normal não me lembrar da data exata!


Não é propriamente importante saber o dia e a hora que as coisas começaram, o importante é saber que entretanto durante este ano muita coisa aconteceu.


Quando aqui entrei pela primeira vez, entrei logo a matar, basta ler a minha primeira publicação!

O Início


“Eu porque me apetece” foi a criação de uma personagem de algo que pode ter muito de mim, da minha capacidade crítica, de rir de mim mesmo e da capacidade ou falta dela em gerar empatias.


Umas aceitaram e usaram o termo “Varuzinhas” sem qualquer tipo de preconceito ou sentimento de serem “apenas” mais uma!
Outras, tiveram a capacidade de juntar o “amendoim” à sua dieta mediterrânica e outras apenas e tão só disseram que jamais o fariam.


É de facto uma pena que nem todas gostem de amendoim, pois isso ajudar-me-ia a perder peso!


Aqui, durante um ano, fui conhecendo muita gente, ainda que de forma virtual, apenas e só pela interação no meu e nos seus espaços.
Pessoas reais, que foram partilhando um pouco da sua essência, que são parte disto!


Entrei pela porta pequena, nunca fui blogger nem tão pouco o virei a ser, o blog foi e será apenas uma brincadeira, algo que ajuda a libertar as tensões do que nos rodeia e às vezes até ajudar a gerar tesões, pois o bicho é sempre muito atrevido.
Não sou nem nunca serei discreto, sou o gordinho baixinho e careca com mais testosterona por centímetro quadrado!
Como alguém me diz… “És o gajo mais convencido que conheço!”


Com o tempo, fui sendo selecionado, ou fui eu que fui fazendo as minhas escolhas, perdi e ganhei “pessoas” isso será sempre uma vertente de crescimento.
O meu mau feitio, foi imperando e como sempre não sou tipo de favores ou de pertença de grupos, não sou do tipo alinhado e polido!
Serei sempre eu, digo o mesmo a todas, quer dizer, a algumas digo coisas piores!


Sempre disse que as mulheres governam o mundo, aqui são as Varuzinhas e com isso, serei sempre o gajo mais galanteador, chato, sem qualquer pontinha de interesse que há por estas bandas!
Mas vocês não fazem ideia o que é poder dizer que tenho as Varuzinhas com os rabinhos e barriguinhas mais sexys da Varulandia!


Não tenho nenhum barómetro para medir se as minhas médias de visitantes é boa ou má de acordo com os padrões do Sapo, no entanto para mim as minhas médias são as melhores, nunca por nunca eu pensei que ao ter criado um blog que iria ter tanto, mas tanto feedback!


Não me arrependo mesmo de ter tomado esta decisão, não o fiz para estatuto ou para ser patrocinado por alguma marca de amendoins picantes!
Fi-lo por mim, faço-o por todas as que me seguem e que sentem a minha falta quando eu estou sem aparecer por cá o meu com meu amendoim atrevido!


As Varuzinhas são a minha marca, vocês que me acompanham desde o início e outras que só agora chegaram, serão sempre bem-vindas, serão sempre assediadas pelo amendoim!


Obrigado a todas e a todos os que se sentem bem aqui nesta toca onde habita um Varu que tem tanto de humano como de bicho!

Mas prefere em larga escala ser apenas o Bicho Varu, com o seu amendoim amestrado!